virt-manager é um software de virtualização gratuito para Linux. virt-manager possui uma interface mais complexa do que o VirtualBox ou GNOME Boxes mas também tem um conjunto de recursos mais completo.

Running Tails inside a virtual machine has various security implications. Depending on the host operating system and your security needs, running Tails in a virtual machine might be dangerous.

virt-manager is the only virtualization solution that we present that allows the use of a Persistent Storage. See Running Tails from a USB image.

As seguintes instruções foram testadas no Debian 9 (Stretch).

Por favor, nos informe se elas não se aplicam ao Debian 10 (Buster).

Terminology

virt-manager é baseado em ferramentas de virtualização de baixo nível, indo da interface do usuário até as interações do hardware com o processador. Esta terminologia é um tanto confusa e outra documentação pode mencionar as seguintes ferramentas:

  • KVM é o módulo do núcleo do Linux que interage com os recursos de virtualização do processador.
  • QEMU é o software de virtualização que emula processadores e periféricos virtuais baseado no * KVM * e que inicia e para máquinas virtuais.
  • libvirt é a biblioteca que permite o virt-manager interagir com as capacidades de virtualização fornecidas pelo QEMU.
  • SPICE é o protocolo que permite visualizar a área de trabalho das máquinas virtuais.
  • virt-manager é a interface gráfica que permite criar, configurar e executar máquinas virtuais.

Installation

Para instalar o virt-manager no Debian, execute o seguinte comando:

sudo apt install virt-manager libvirt-daemon-system

Para instalar o virt-manager no Ubuntu, execute o seguinte comando:

sudo apt install virt-manager libvirt-bin qemu-kvm

Running Tails from an ISO image

  1. Iniciar o virt-manager.

  2. Clique duplo em localhost (QEMU) para se conectar ao sistema QEMU de seu hospedeiro.

  3. Para criar uma nova máquina virtual, escolha Arquivo ▸ Nova Máquina Virtual.

  4. No passo 1, escolha Mídia de instalação local (imagem ISO ou CDROM).

  5. No passo 2, escolha:

    • Use a imagem ISO:, depois Navegar... e Navegar localmente, para navegar até a imagem ISO a partir da qual você deseja iniciar
    • Tipo do SO: Linux
    • Versão: Debian Stretch
  6. No passo 3, alocar pelo menos 2048 MB de RAM.

  7. No passo 4, desabilitar armazenamento para esta máquina virtual.

  8. No passo 5:

    • Digite um nome para a nova máquina virtual.
    • Clique em Concluir para iniciar a máquina virtual.
Se você receber a mensagem de erro "Error starting domain: Requested operation is not valid: network 'default' is not active", então tente iniciar a rede virtual padrão:
  1. Click on localhost (QEMU).
  2. Choose Edit ▸ Connection details to administer the connection to your local QEMU system.
  3. Click on Virtual Networks tab, then select the default virtual network in the left pane.
  4. Click on the Start Network icon on the bottom of the left pane to start the default virtual network.

Running Tails from a USB image

Running Tails from a USB image is the only virtualization solution that allows you to use a Persistent Storage in a virtual machine.

  1. Baixe uma imagem USB em vez de uma imagem ISO.

  2. Increase the size of the USB image to be at least 8 GB. This creates space for automatic upgrades and the Persistent Storage.

    truncate -s TAM tails.img

    • TAM deve ser pelo menos 7200M.
    • tails.img é o nome do arquivo da imagem USB que você deseja redimensionar.
  3. Iniciar o virt-manager.

  4. Clique duplo em localhost (QEMU) para se conectar ao sistema QEMU de seu hospedeiro.

  5. Para criar uma nova máquina virtual, escolha Arquivo ▸ Nova Máquina Virtual.

  6. No passo 1, escolha Importar imagem de disco existente.

  7. No passo 2, escolha Navegar... e Navegar localmente, para navegar até a imagem USB a partir da qual você deseja iniciar.

    Como sistema operacional escolha Debian Stretch.

  8. No passo 3, alocar pelo menos 2048 MB de RAM.

  9. No passo 4:

    • Digite um nome para a nova máquina virtual.
    • Escolha Personalizar a configuração antes da instalação.
    • Clique em Concluir para abrir a vista de configuração.
  10. Na vista de configuração, escolha VirtIO Disco 1 ou IDE Disco 1

    • Expanda Opções avançadas e defina Barramento do disco como USB.
    • Clique em Aplicar.
    • Marque a caixa de seleção Removível, que deve aparecer na mesma vista.
    • Clique novamente em Aplicar.
    • Clique em Iniciar Instalação no canto esquerdo superior para iniciar a máquina virtual.

After you start on the USB image, you can create a Persistent Storage on it.

Running Tails from a USB stick

Para iniciar o Tails a partir de um dispositivo USB usando o virt-manager, primeiro crie uma máquina virtual a partir de uma imagem ISO conforme descrito acima.

Então faça o seguinte:

  1. Na janela da máquina virtual, escolha Máquina virtual ▸ Desligar ▸ Forçar saída para desligar a máquina virtual.
  2. Insira o dispositivo USB a partir do qual você deseja iniciar o Tails.
  3. Escolha Ver ▸ Detalhes para editar a configuração da máquina virtual.
  4. Clique no botão Adicionar Hardware na parte inferior do painel à esquerda.
  5. Selecione Dispositivo USB Host no painel à esquerda.
  6. No painel à direita, clique no dispositivo a partir do qual você quer iniciar o Tails, e clique em Concluir.

Você pode manter a imagem ISO original conectada como um DVD virtual para instalar o Tails no dispositivo USB, caso seja necessário.

Você também pode desconectar a imagem ISO original e iniciar diretamente do dispositivo USB quando o Tails já estiver instalado nele. Para isso:

  1. Desligue a máquina virtual.
  2. Na configuração da máquina virtual, clique em IDE CDROM 1 no painel à esquerda.
  3. Clique no botão Desconectar no painel à direita.
  4. Para habilitar o dispositivo USB como opção de inicialização:
    1. Clique em Opções de inicialização no painel à esquerda.
    2. Selecione a opção de inicialização USB correspondente ao seu dispositivo USB.
    3. Clique em Aplicar.
  5. Para iniciar a máquina virtual escolha Ver ▸ Console and then Máquina Virtual ▸ Executar.

After you start on the USB device, you can create a Persistent Storage on it.

Solução de problemas

Problemas gráficos

São comuns os problemas com o suporte gráfico no Tails executando dentro de uma máquina virtual com o virt-manager. A melhor solução pode variar dependendo da versão da sua solução de virtualização e da configuração da máquina virtual. Por exemplo:

  • A funcionalidade Redimensionar automaticamente a MV com janela não funciona em todas as configurações.
  • O dispositivo de vídeo que fornece desempenho gráfico ideal pode ser diferente dependendo da versão do sistema operacional hospedeiro.

Para resolver esses problemas:

  1. Garanta que a máquina virtual possua uma tela Spice e um canal Spice configurados, e não o VNC.

  2. Experimente vários modelos de dispositivos de vídeo virtual.

    Comece com os dispositivos de vídeo Virtio e QXL: geralmente estes fornecem os melhores resultados. Se não funcionarem bem para você, tente todos os outros modelos de dispositivo de vídeo.